Cadastre-se para receber nossos artigos e notícias

Quando clicar você concorda comos Termos
de Uso e Política de privacidade, tá?

Como funciona a compra e venda de precatório federal

Como funciona a compra e venda de precatório federal

Os precatórios federais representam ordens de pagamento emitidas pelos Tribunais Regionais Federais (TRFs) ou pelos Tribunais Regionais do Trabalho (TRTs) em favor de credores que obtiveram êxito em processos judiciais contra o Governo Federal ou suas instituições, incluindo o INSS, as Universidades Federais e as Forças Armadas. O pagamento desses precatórios é de responsabilidade do próprio Governo Federal e segue uma sequência cronológica, obedecendo a uma ordem de prioridade estabelecida. Além disso, há um limite anual de recursos destinados a esses pagamentos, o que implica que nem todos os precatórios são quitados imediatamente, podendo haver um período de espera para a efetivação do pagamento, de acordo com as disponibilidades financeiras do governo.

Essa sistemática dos precatórios federais busca garantir que as dívidas judiciais do Governo Federal sejam pagas de maneira organizada e justa, respeitando a ordem em que foram emitidas. Isso ocorre porque o número de precatórios pode ser significativo, e o limite anual de recursos disponíveis estabelece um teto para os pagamentos realizados em determinado período. Dessa forma, o processo de quitação dos precatórios é gradual e pode levar tempo, sendo necessário aguardar a chamada na ordem cronológica para receber o valor devido. Essa é uma medida de controle que busca equilibrar as obrigações financeiras do Governo Federal e garantir a satisfação dos credores de forma justa e transparente.

Por que vender um precatório federal?

Como funciona a compra e venda de precatório federal

A venda de precatórios federais é uma opção frequente entre os credores que desejam receber o valor devido antes do prazo estipulado pelo governo. Isso ocorre devido ao longo período de espera que pode envolver anos ou até mesmo décadas. Ao vender o precatório, o credor tem a possibilidade de obter o montante de forma imediata, o que pode ser vantajoso em situações em que há necessidade urgente de recursos financeiros. Além disso, a venda também pode ser atrativa para aqueles que desejam aproveitar outras oportunidades de investimento ou que buscam evitar os riscos associados a possíveis alterações na legislação ou na conjuntura econômica, que poderiam afetar o valor ou a data do pagamento do precatório.

A venda de precatórios federais, portanto, proporciona flexibilidade e uma solução mais rápida para os credores, permitindo que eles atendam às suas necessidades financeiras imediatas ou aproveitem oportunidades de investimento. Ao optar por essa transação, os credores conseguem evitar os possíveis obstáculos e incertezas que podem surgir ao aguardar o pagamento pelos meios tradicionais estabelecidos pelo governo. No entanto, antes de tomar essa decisão, é importante que os credores avaliem cuidadosamente os termos da venda, incluindo o valor oferecido pelos compradores de precatórios, a fim de garantir que estejam obtendo o melhor negócio possível de acordo com suas circunstâncias individuais.

Como vender um precatório federal?

Para vender um precatório federal, é preciso encontrar uma empresa especializada nesse tipo de negociação, que ofereça segurança, transparência e agilidade. Uma dessas empresas é a Addebitare, que compra precatórios federais de qualquer valor, com pagamento à vista e sem burocracia. A Addebitare também oferece assessoria jurídica gratuita e acompanha todo o processo de transferência do precatório.

Quais são os passos para vender um precatório federal?

Como funciona a compra e venda de precatório federal

O processo de venda de um precatório federal é simples e rápido. Basta seguir os seguintes passos:

– Entrar em contato com a Addebitare e solicitar uma avaliação do seu precatório, informando o número do processo, o valor atualizado e a data de expedição.

– Receber uma proposta da Addebitare com o valor que ela está disposta a pagar pelo seu precatório. Você pode aceitar ou recusar a proposta sem compromisso.

– Se aceitar a proposta, enviar os documentos necessários para a Addebitare, como RG, CPF, comprovante de residência, certidão negativa de débitos e procuração.

– Assinar o contrato de cessão de crédito, que transfere os direitos sobre o precatório para a Addebitare.

– Receber o pagamento à vista na sua conta bancária.

Quais são as vantagens de vender um precatório federal para a Addebitare?

Vender um precatório federal para a Addebitare tem diversas vantagens, como:

– Receber o dinheiro antecipadamente, sem depender do governo.

– Evitar os riscos de desvalorização, calote ou confisco do precatório.

– Contar com uma empresa séria, confiável e experiente no mercado de precatórios.

– Ter acesso a uma assessoria jurídica gratuita e especializada.

– Não pagar taxas ou impostos sobre a venda do precatório.

Conclusão

A compra e venda de precatório federal é uma forma de antecipar o recebimento de um direito que foi reconhecido pela Justiça, mas que pode demorar muito para ser pago pelo governo. Para realizar essa operação com segurança e rapidez, é importante contar com uma empresa especializada nesse segmento, como a Addebitare, que compra precatórios federais de qualquer valor, com pagamento à vista e sem burocracia. Se você tem um precatório federal e quer vendê-lo, entre em contato com a Addebitare e faça uma avaliação sem compromisso.

SOBRE O AUTOR

Somos uma empresa especializada em compra de precatórios e de ativos judiciais, sempre focados na melhor proposta para você, nós contamos com profissionais que possuem mais de uma década com ampla e reconhecida experiência em suas respectivas áreas.

 

SIGA NOS!
RECEBA NOSSAS MELHORES DICAS

Insira o seu endereço de e-mail abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Categorias
ARTIGOS RELACIONADOS
Scroll to Top
Rolar para cima
Obrigado!

Os dados presentes neste documento ou coletados para as finalidades aqui previstas serão utilizados única e exclusivamente para cumprir com a finalidade a que se destinam e em respeito a toda a legislação aplicável sobre segurança da informação, privacidade e proteção de dados, inclusive, mas não se limitando a Lei Geral de Proteção de Dados (Lei Federal nº 13.709/2018).